A segunda Guerra Mundial

A Segunda Guerra Mundial aconteceu em virtude da tentativa da efetivação dos regimes nazifascistas pelo mundo por seus principais líderes: Adolf Hitler e Benito Mussolini

Explosão nuclear em Nagazaki

Os conflitos da segunda guerra mundial duraram de 1939 a 1945 e é considerada a maior guerra que ocorreu. Mais de 60 milhões de pessoas morreram e 100 milhões de soldados participaram.

A segunda guerra mundial envolveu as maiores potências mundiais, que acabaram destinando todo o seu poder econômico, industrial e político para tentar ganhar esse conflito militar.

As causas que iniciaram a guerra

  • Tratado de Versalhes

Ao final da primeira guerra mundial, onde a Alemanha rendeu-se aos Aliados, foi assinado um tratado de paz, o Tratado de Versalhes, que foi assinado por todas as potências que venceram a guerra.

Esse tratado colocava a Alemanha como os únicos culpados pela guerra. Além disso, a Alemanha foi obrigada a abrir mão de territórios e pagar uma grande quantia para os Aliados, levando o país a falência na década de 20.

Todos esses motivos levaram os Alemães a querer vingança contra os países Aliados.

  • Liga das Nações

A partir do Tratado de Versalhes, criou-se também a Liga das Nações, que tinha como objetivo impedir que guerras como esta ocorressem novamente. Mas como todos sabemos, esse tratado não conseguiu segurar a Alemanha por muito tempo.

  • Crise de 1929

O ano de 1929 foi marcado por uma das piores crises do capitalismo. Essa ocorreu após uma grande ascensão da economia dos Estados Unidos e os fatores que causaram essa crise foram:

  • Superprodução agrícola;

  • Diminuição de consumo;

  • Livre Mercado;

  • Quebra da Bolsa de Nova York.

Muitas empresas, inclusive os bancos, declararam falência e muitas pessoas ficaram desempregadas. E essa crise afetou a economia mundial.

  • Ascensão do Fascismo e Nazismo

O Fascismo e o Nazismo nasceram na Europa (Itália e Alemanha, respectivamente) logo após a primeira Guerra Mundial.

O Nazismo, liderado por Adolf Hitler era baseado no racismo, e determinava a necessidade de uma regeneração nacional. E para isso, era necessário o extermínio de raças consideradas “impuras”, como os judeus, homossexuais e negros.

Já o Fascismo, liderado por Benito Mussolini, era um sistema político antidemocrático, antiliberal, imperialista e antissocialista, seguindo os ideais do Totalitarismo.

Ambos os regimes influenciaram vários outros países no mundo todo.

A aliança entre Alemanha, Japão e Itália

Em 1936, a Alemanha assinou com o Japão um tratado anticomunista. E em 1937, a Itália decidiu aderir também a esse pacto, formando assim As Potências do Eixo.

Além de assinar esse tratado com o Japão e Itália, a Alemanha, comandada por Hitler e contrariando o Tratado de Versalhes, continuava a invadir pequenos países. Até que a Liga das Nações declarou guerra contra a Alemanha caso eles invadissem mais algum país.

O início da guerra

No dia 1º de setembro de 1939, Hitler ordenou a invasão do exército Alemão na Polônia. Hitler obteve sucesso na invasão e conseguiu tomar a Polônia rapidamente.

Cumprindo com o que haviam falado, a Inglaterra e França declararam guerra contra a Alemanha, dando início à Segunda Guerra Mundial.

O avanço do Eixo

Em 1940, o exército Alemão conseguiu invadir a França, Bélgica, entre outros países. Um mês depois, a Itália também invadiu a França, que acabou se rendendo. Após invadira França, Hitler estava se preparando para invadir o Reino Unido, mas não obteve sucesso.

E inesperadamente, a Inglaterra iniciou um bombardeio em Berlim, capital da Alemanha. E com isso, Hitler desiste de invadir a Inglaterra.

Hitler em Paris
Hitler em Paris

A Guerra Mundial

As batalhas não estavam acontecendo somente na Europa. Na África estavam acontecendo diversos conflitos de países que estava aproveitando-se deste momento de instabilidade para declarar as suas independências. Outros países também estavam invadindo alguns territórios africanos para conquistá-los.

Além disso, a guerra também estava acontecendo na Ásia. O Japão, que fazia parte das Potências do Eixo, estava conquistando diversos territórios no Oriente. Esse avanço territorial do Japão ameaçava economicamente os Estados Unidos. Então, mesmo sem declarar guerra, o Japão decidiu atacar a base americana de Pearl Harbor, no Havaí.

E esse acabou sendo o motivo para os Estados Unidos entrarem na guerra do lado dos Aliados novamente.

Operação Barbarossa

Inicialmente, a Alemanha fez um acordo com a Rússia, conhecido como Pacto Ribbentrop-Molotv, ou o tratado de não agressão. Mas em julho de 1941 a Alemanha decidiu quebrar esse pacto e invadiu a Rússia.

Apesar de ter utilizado 4,5 milhões de soldados para a invasão, a Alemanha não obteve sucesso. Já que a Rússia tem um território muito extenso e na época, seu poder militar era mais forte do que o exército Alemão.

Batalha de Stalingrado

Considerada uma das batalhas mais sangrentas da segunda Guerra Mundial, essa foi uma batalha coordenada pela Alemanha para conseguir a posse da cidade de Stalingrado, na Rússia. Essa batalha durou meses e matou mais de 2 milhões de soldados.

A Batalha de Stalingrado foi muito importante porque foi uma batalha ideológica: era o Nazismo contra o Socialismo. Apesar de todos os esforços da Alemanha, ela não conseguiu vencer a Rússia nessa batalha. E foi nesse momento que Hitler começa perder forças nessa guerra.

Dia “D”

O dia “D” ocorreu em junho de 1944 e foi marcada por uma invasão surpresa dos Aliados no norte da França, que na época estava tomado pelos Alemães. Os Aliados conseguiram retomar a França e começaram a forçar o recuo das tropas Alemãs nos territórios que eles haviam conquistado nessa guerra.

Holocausto

Infelizmente não podemos falar em segunda Guerra Mundial sem mencionar o holocausto.

Como já mencionamos nesse artigo, Hitler acreditava que os Judeus, Homossexuais e Negros pertenciam a uma raça que não era “pura”. Por este motivo, Hitler ordenou o isolamento destes povos em guetos. Foram construídos também campos de concentração onde eles realizavam trabalhos escravos e viviam sob condições desumanas.

Neste período, a Alemanha já estava enfraquecendo e perdendo muitos territórios com a invasão dos Aliados. Por este motivo, os oficiais do exército Alemão decidiu executar todas as pessoas que estavam nesses campos de concentração para que ninguém descobrisse o que acontecia nesses lugares.

O que acorreu foi um genocídio de cerca de 6 milhões de judeus. Algumas pessoas conseguiram sobreviver com a ajuda dos Aliados, mas no total, dois terços da população judaica que habitava a Alemanha foi executada neste período.

Crianças sobreviventes de Auschwitz
Crianças sobreviventes de Auschwitz

A morte de Hitler e Mussolini

Com o enfraquecimento da Alemanha, a Rússia estava disputando com os Aliados quem conseguiria conquistar Berlim por primeiro. Mas, neste período, Aldolf Hitler e sua esposa Eva Braun cometeram suicídio. Outro fato importante, foi a execução de Benito Mussolini após as tropas dos Aliados invadirem a Itália.

Depois de todos esses acontecimentos, o governo sucessor de Hitler rendeu a Alemanha aos Aliados.

O projeto Manhattan

Com a desistência da Alemanha, todos pensavam que a guerra teria acabado. Mas o que ninguém esperava era que o Japão, participante do Eixo, ainda não tinha se declarado derrotado e continuava invadindo territórios orientais.

Essas invasões eram vistas como prejuízo para os Estados Unidos. Então, pela primeira vez na história, os Estados Unidos fizeram o uso de bombas nucleares para atacar.

Foram lançadas duas bombas: a bomba de Hiroshima e, três dias depois, a bomba de Nagazaki. Mais de 100 mil pessoas morreram imediatamente e outras 150 mil ficaram feridas.

Após esses ataques, o Japão também rende-se aos Aliados dando fim à segunda Guerra Mundial.

Comentários