A primeira Guerra Mundial

A Primeira Guerra Mundial transformou radicalmente o mapa geopolítico do mundo, além de provocar destruições nunca antes vistas.

A primeira Guerra Mundial

A primeira Guerra Mundial ocorreu entre os anos de 1914 e 1918 e foi um dos conflitos mais violentos da história da humanidade. Esta guerra ocorreu na Europa e teve a participação de grandes países que se dividiram entre duas alianças: Os aliados, formado pelo Inglaterra, França, Império Russo e Itália; e os Impérios Centrais, formado pelo Império Alemão, Império Austro-Húngaro e Império Otomano.

Contou com a presença de 70 milhões de soldados e no total, 15 milhões de soldados foram mortos. Por ter assumido essa dimensão catastrófica, a primeira Guerra Mundial também é conhecida como A Grande Guerra, isso porque nenhuma guerra anterior a ela causou tantas mortes.

Antecedentes

Antes de entender como iniciou-se A Grande Guerra, precisamos entender alguns fatos importantes que aconteceram nos anos anteriores.

  • 1870 – Neste ano ocorreu um conflito entre o Império Francês e o Reino da Prússia, que era aliada do Império Francês. O Reino da Prússia conseguiu derrotar o Império Francês e por este motivo, teve anexado ao seu território as províncias francesas de Alsácia e parte de Lorena.

Outro fato importante que ocorreu nessa época foi a unificação do Reino da Prússia com o Império Alemão, que ficou conhecido como Segundo Império Alemão.

  • 1873 Em 1873, a Alemanha, para aumentar seu poder político, aliou-se ao Império Russo e ao Império Austro-Húngaro, formando, então a Liga dos Três Imperadores.

  • 1882 – O Império Russo decidiu se retirar da Liga dos Três Imperadores por conflitos com o Império Austro-Húngaro. E neste momento, a Itália decidiu tornar-se aliada do Império Alemão, formando então a Tríplice Aliança.

  • 1892 – O Império Russo tornou-se aliado da França. E em 1904 e 1907, o Império Britânico fez acordos com a Rússia e França e acabou tornando-se o terceiro membro dessa aliança, formando a Tríplice Entente.

O início da Guerra

Em 28 de julho de 1914, o herdeiro do Império Austro-Húngaro, Francisco Fernando, foi assassinado na capital da Bósnia, Sarajevo. Esse acontecimento deu inicio à Crise de Julho, que foram varias manobras políticas que resultaram na maior guerra de todos os tempos.

O primeiro império a declarar guerra, foi o Império Austro-Húngaro contra a Sérvia, pois eles acreditavam que os assassinatos aconteceram a mando da Sérvia. Como a Rússia era aliada da Sérvia, eles também declararam guerra contra o Império Austro-Húngaro. O Império Alemão, quando ficou ciente desse acontecimento, declarou-se em guerra contra a Rússia e a França.

Para chegar até a França, os Alemães precisavam passar pela Bélgica. E para isso ser possível, a Alemanha decidiu invadir o país. Este ataque fez com a Inglaterra se posicionasse contra a decisão Alemã e também declarasse guerra contra a Alemanha.

No começo da guerra, O Império Alemão conseguiu mais um aliado: O Império Otomano.

A Guerra de Movimento

O início da primeira Guerra Mundial foi marcado pela grande movimentação das tropas pela Europa.

O Império Alemão deslocou-se, atravessando a Bélgica, até chegar a França. Mas teve que retirar parte de seu exercito, pois neste período o Império Russo iniciou um ataque à Prússia.

Neste mesmo tempo, o Império Austro-Húngaro estava atacando a Sérvia, mas não obteve sucesso.

A primeira batalha do Marne

Em setembro de 1914, ocorreu a primeira grande batalha desta guerra. Foram mais de um milhão de soldados franceses e ingleses enfrentando um milhão e meio de soldados Alemães.

Após três dias de batalhas, os franceses e ingleses saíram vitoriosos. E foi assim que os Aliados conseguiram parar o avanço da Alemanha.

Enquanto isso, o exército do Império Otomano entrou em guerra contra a Rússia. Mas também saiu derrotado.

Guerra de Posições

Na segunda fase da primeira Guerra Mundial, o avanço territorial das tropas diminuiu consideravelmente. Neste momento, os exércitos começaram a cavar trincheiras no campo de batalha. Por este motivo, os soldados que tentavam avançar pelos campos abertos tornavam-se alvos fáceis de serem abatidos.

Trincheiras de batalhas
Trincheiras de batalhas

A Guerra Química

Os franceses deram início à chamada Guerra Química, onde eles lançavam bombas de gás lacrimogênio nas trincheiras inimigas. Mas foi em 1915, que os Alemães utilizaram o primeiro gás letal.

A Itália

Em 1915, a Itália, que no começo da guerra decidiu se manter neutra, entrou para a aliança dos Aliados, com a promessa de que ganharia novos territórios.

Os avanços dos Aliados

Em 1916, ocorreram várias batalhas, como a Batalha de Verdun, a Batalha de Some e o ataque do Império Russo ao Império Austro-Húngaro. Em todas essas batalhas, os aliados venceram, fazendo com que a Alemanha repensasse a sua estratégia.

Então, a Alemanha decidiu manter os territórios que já havia conquistado e não pretendia mais avançar em território Francês, pois seu poder de ataque estava fragilizado.

Essas batalhas foram marcadas por utilizarem os aviões nos campos de guerra.

A crise do Império Russo

Em 1917, o Império Russo estava passando por uma grande crise econômica e social. Por este motivo, a população se revoltou contra o governo de Czar, fazendo com que ele saísse do poder.

Por este motivo, a Rússia decide sair da guerra.

A entrada dos Estados Unidos da América

Em 1918, após a saída do Império Russo da guerra, os Estados Unidos resolveram declarar guerra aos Alemães após terem sete de seus navios, que estavam transportando armas e suprimentos para os franceses e ingleses, afundados.

O começo do fim

Os ataques finais da guerra, também conhecidos como Ofensivas de 1918, foram iniciados pelo exército Alemão. Os Alemães conseguiram romper a frente de batalhas dos Aliados e conseguiram avançar seu território até próximos de Paris.

Mas foi na Segunda Batalha de Marne que os Aliados conseguiram vencer novamente os Alemães, resultado que foi decisivo para a guerra. E com isso, os Aliados decidiram que estava na hora de um ataque final ao Império Alemão, começando então a Ofensiva dos Cem Dias. Ao final dessa batalha, os Alemães foram obrigados a recuar praticamente por todo o território que haviam conquistado durante a guerra.

Com esses resultados, os Impérios Austro-Húngaros e Otomanos, começaram a cair e várias regiões começaram a declarar independência.

O império Alemão também estava passando por uma forte crise e o Imperador foi obrigado a abandonar o trono, transformando assim a Alemanha em uma República. E esse novo governo acabou se rendendo aos Aliados, fazendo com que a guerra acabasse depois de quatro anos.

A revolução na Alemanha
A revolução na Alemanha

Comentários