Desmatamento

Uma das maiores preocupações mundiais, sem dúvida, é o desmatamento. Confira mais sobre os impactos que esse evento pode causar.

Desmatamento, corte, floresta

O desmatamento é ação dos seres humanos removerem ou limparem grandes áreas de terras florestais e ecossistemas. Os principais argumentos utilizados para justificar essa medida são a compensação para fins agrícolas, pecuária e uso urbano. Nesses casos, as árvores nunca são replantadas.

Desde a era industrial, cerca de metade das florestas originais do mundo foram destruídas e milhões de animais e seres vivos foram e estão ameaçados. Apesar das melhorias na educação, na informação e na consciência geral da importância das florestas, o desmatamento não diminuiu muito, e ainda há muitas comunidades e indivíduos que ainda insistem em destruir terras florestais para ganhos pessoais.

Ações

Nem todo o desmatamento é intencional. Alguns desmatamentos podem ser conduzidos por uma combinação de processos naturais e interesses humanos. Incêndios florestais queimam grandes seções de floresta a cada ano, mas fazem parte de um processo natural do ciclo de vida da floresta.

Por outro lado, também existe a derrubada de árvores intencionalmente e outras conscientemente que, basicamente, podem ser agrupadas em:

  • As árvores que são vendidas ou exportadas como madeira ou combustível que é mais conhecido como carvão vegetal
  • Em áreas que são usadas para fins agrícolas como, por exemplo, campos de pastagem para o gado ou atividades agrícolas de grande escala.
  • Para dar espaço para o assentamento humano e urbanização que inclui aumento de espaço para a construção de moradias, indústrias e estradas.
  • Para abrir espaço para a mineração.

Em todas as atividades destacadas acima, as árvores cortadas são geralmente muito bem desenvolvidas que levaram muitos anos para amadurecer. Além disso, quando são derrubadas, quebram outras árvores mais jovens deixando a área fortemente degradada.

Diferença da degradação

A degradação florestal é diferente do desmatamento, ou seja, é um termo usado para identificar a destruição ou redução na qualidade de aspectos específicos das florestas. Contudo, vale a pena destacar que esse processo quando prolongado também pode destruir uma floresta.

A degradação pode resultar em uma diminuição na cobertura da árvore, mudanças na sua estrutura ou em uma redução no número de espécies de seres vivos que podem ser encontradas em uma determinada região. Esse processo da natureza pode ser divido da seguinte forma:

  • Incêndios florestais: comum em florestas tropicais secas. Por isso, os incêndios são normalmente esperados ao longo dos anos.
  • Alterações climáticas: prolongadas secas afetam a cobertura de árvores e contribuem para que as minas, lagos e rios secam ou diminuam drasticamente. Além disso, fazem com que muitos animais migrem para outras regiões diminuindo a variedade de seres vivos no ecossistema.
  • Pragas e doenças: o surto de pragas ou doenças também pode destruir a cobertura vegetal em terras florestais.

Rapidez do desmatamento

As florestas ainda cobrem cerca de trinta por cento da superfície da Terra, mas a cada ano cerca de treze milhões de hectares de floresta é prejudicado pelo desmatamento. Para se ter ideia da gravidade do problema isso pode ser comparado de modo aproximado a uma área equivalente ao estado de Nebraska ou quatro vezes o tamanho da Costa.

Os programas de reflorestamento, bem como a restauração paisagística e a expansão natural das florestas contribuem para diminuir ligeiramente a taxa líquida de desmatamento.

Entretanto, de acordo com a Organização das Nações Unidas, aproximadamente 7,3 milhões de hectares de regiões florestais são permanentemente perdidos todos os anos. Essas áreas podem ser comparadas ao tamanho do Panamá ou do estado da Carolina do Sul.

Consequências

Os cientistas estimam que oitenta por cento de todas as espécies na Terra vivem em florestas tropicais incluindo muitas que ainda nem sequer foram descobertas. O desmatamento nessas regiões deixa o habitat desses seres vivos em condições bastante críticas.

Isso faz como que seja interrompido o ecossistema levando à extinção de muitas espécies. Dentre elas, muitas são espécies insubstituíveis que podem ser usadas para fazer medicamentos e que podem ser essenciais para cura ou tratamentos eficazes de muitas doenças.

O desmatamento também contribui para o aquecimento e tem um impacto significativo sobre a economia global. Enquanto algumas pessoas podem receber benefícios econômicos imediatos de atividades que resultam desse processo ilegal, esses ganhos de curto prazo não podem compensar as perdas econômicas a longo prazo.

Outros impactos

As florestas desempenham um papel importante na estabilidade do solo e em sua saúde de modo geral. As raízes mantêm os solos juntos em encostas e podem diminuir os riscos de deslizamentos de terra. Esse é um tipo de situação muito comum durante o dia a dia e certamente causadas pela interferência humana no ecossistema.

Deve-se ainda destacar que as árvores são uma parte vital do ciclo da água. Elas vaporizam água líquida e a devolve para a atmosfera. As ações que prejudicam as florestas são muitas vezes associadas à desertificação desenfreada como resultado da interrupção deste processo.

Essa são algumas considerações a respeito do desmatamento e sobre as graves consequências que já existem hoje devido a essa ação do homem.

Comentários