6 de janeiro: dia de reis

Dia de reis, Jesus, celebração

Segundo a tradição cristã, o dia de reis é comemorado todo ano no dia 6 de janeiro e tem como origem a tradição católica que tem como intuito relembrar o momento em que Jesus Cristo ainda recém-nascido recebeu a visita de três reis magos que vieram do oriente médio por meio de uma estrela guia.

Assim como o período do natal que marca o início de uma jornada em que as famílias montam as suas árvores de natal, o dia de reis também é o momento em que os familiares precisam desmontar os seus presépios e suas árvores de natal.

História

O dia de reis ficou bastante conhecida por marcar para os católicos o dia em que ocorreu a veneração aos reis magos do oriente médio. Segundo a tradição que surgiu no século VIII, esse evento converteu nos santos, Baltazar, Gaspar e Belchior.

Ainda recém-nascido Jesus Cristo recebeu a visita desses três reis magos que levaram presentas para celebrar a vida. Ao contrário do que muita gente pensa, Baltazar, Gaspar e Belchior saíram de sua localidade de origem para encontrar com o Jesus de forma independente, ou seja, muitos acreditam que viajaram juntos, porém isso não é verdade.

O rei Baltazar saiu da região da África para encontrar Jesus e levou para presenteá-lo mirra que era um presente bastante simbólico para os profetas. A mirra nada mais é do que um arbusto originário dessa região que pode ser utilizada para a preparação de medicamentos por meio de um processo de extração de sua resina.

Já o rei Gaspar partiu da região da Índia e para presentear o menino levou incenso para ser utilizado para fazer alusão à sua divindade. Esses acessórios são utilizados desde muito tempo atrás com objetivo de aromatizar os ambientes para uma determinada finalidade como, por exemplo, para espantar energias negativas, como forma de representar a fé e espiritualidade de uma família ou até mesmo para combater os insetos.

Enquanto que Belchior que também é conhecido como Melchior iniciou a sua viagem da Europa acompanhado de ouro para presentear o menino Jesus no dia de reis, pois era um material que simbolizava a nobreza e que também era oferecido para alegrar os deuses.

Origem

Em contrapartida, para homenagear os esforços que os reis magos fizeram para visitar Jesus, os católicos tiveram a ideia de organizar o evento que ficou conhecido como a folia e reis que nada mais é do que um período que inicia todo o ano sempre no dia 24 de dezembro nas vésperas do nascimento do menino Jesus e se encerra apenas no dia 6 de janeiro.

A última data ficou conhecida como dia de reis que foi quando o menino Jesus foi encontrado. Originalmente, a folia de reis é de origem portuguesa e foi trazida para a cultura brasileira durante a época de colonização.

Folia de reis

Essa festa tomou proporções tão grande que em algumas cidades com bastante tradição em folia de reis, sem dúvida, pode-se afirmar que o evento tem importância maior do que até mesmo o natal. O exemplo disso é a cidade de Muqui que é localizada no interior do estado do Espirito Santo.

Desde de 1950, acontece nessa cidade o maior encontro no dia de reis do Brasil que reuni cerca de noventa grupos de foliões de diversas regiões do país como, por exemplo, Rio de Janeiro, Minas Gerais e São Paulo. Como tomou proporções tão grande, para ser organizado é preciso contar com ajuda da Secretaria Municipal de Cultura.

Embora o evento seja tradicionalmente finalizado em 6 de janeiro, existem algumas cidades que estendem o prazo de termino para até o dia 20 como é o caso do Rio de Janeiro que é conhecido como o dia de São Sebastião, padroeiro do estado.

O dia de reis, sem dúvida, é marcado por bastante festa e alegria, pois os grupos de foliões se organizam para visitar as casas que fazem e acolhem doações com muita animação por meio de cantos de músicas que louvam a Jesus e aos três reis magos em torno do presépio para celebrar a despedida do período em que o menino veio a terra.

Sem dúvida, durante uma festa como essa não pode faltar:

  • Presépio

  • Alegria

  • Cantos

  • Decoração

  • Grupos de foliões

Essas são algumas características que marcam esse importante período para muitos religiosos. Tradicionalmente, as casas que recebem os foliões precisam preparar a festa para a chegada do grupo com bandeira. Em contrapartida, o responsável pode desfrutar de muita alegria dentro de sua casa com muitas canções de despedida que também agradecem as doações para partir para outra local que o receberão.

Vale a pena destacar que o dia de reis é um evento celebrado no mundo todo de diferentes formas e de acordo com cada cultura, mas certamente é um período de muita alegria para os religiosos visto que comemora o nascimento do menino Jesus.

Comentários