16 de fevereiro: dia do repórter

Repórter é o jornalista responsável por investigar um fato e levá-lo até a sociedade através dos meios de comunicação.

Dia do repórter, jornais, notícias

Ao longo do dia a dia ocorrem muitos acontecimentos que precisam ser noticiados para informar a sociedade sobre o assunto. Os meios de comunicação são de suma importância para o bem-estar da população, mas para que reportagens e conteúdos sejam de bastante qualidade é indispensável a ajuda de profissionais competentes da área. E para valorizar uma profissão tão importante nada mais justo do que criar o dia do repórter.

Todos os anos no dia 16 de fevereiro é comemorado o dia nacional do repórter, cargo exercido por muitas pessoas que atuam no setor de comunicação com a responsabilidade de levar notícias aos telespectadores com bastante qualidade e rapidez.

Logo, o dia do repórter também uma forma de agradecer o grande carinho que a sociedade possui por esses profissionais que precisam pesquisar, investigar, entrevistar, produzir matérias e notícias para meios como a televisão, sites, jornais impressos e até mesmo para o rádio. Por isso, é preciso estar sempre alerta para conseguir levar um conteúdo excelente para aqueles que acompanham.

A profissão

Antes de tudo, é preciso entender que nem todo jornalistas pode exercer e assumir as responsabilidades de um repórter, mas por outro lado todo repórter possui a competência necessária para trabalhar como um jornalista.

Assim como o dia do repórter, também existe o dia do jornalista que é celebrado no dia 29 de janeiro ou no dia 7 de abril uma vez que se trata de profissões distintas, por isso nada mais justo do que ter datas diferentes para celebrar cada o dia desses profissionais.

O dia a dia do profissional repórter envolve, geralmente, cumprir uma lista de tarefas conforme definida pelo seu chefe que é o responsável por designar as responsabilidades de cada um. Assim como os jornais, um grupo de repórteres também são divididos em editorias, ou seja, grupos que possuem certas responsabilidades dentro de alguma área específica.

No mundo da comunicação existem uma grande diversidade de empresas que atuam em setores específicos como, por exemplo, o de política, educação, esportes, economia, mundo, cultura, cidade e dentre outros. Também existe grandes organizações que possuem vários grupos que formam um grande meio de comunicação.

A criação do dia do repórter contribui bastante para que a profissão se valorizasse e se tornasse tão importante, principalmente, pelo século XXI ser considerado como a época da informação.

História

Por volta do ano de 1442, o setor da imprensa recebeu uma grande contribuição do alemão Johannes Gutenbeg que ficou conhecido por revolucionar uma das formas mais importantes de comunicação que é a impressa. Por meio de suas pesquisas conseguiu identificar uma nova técnica de impressão por meio da utilização de máquinas e contribuíam para agilizar e muito.

Além disso, é muito importante destacar que a invenção também contribuiu muito para que fosse criado o dia do repórter. Foi com essa grande mudança no setor da imprensa que fez com que o número de publicações de jornais, por exemplo, aumentasse consideravelmente. Como consequência disso, houve uma grande carência por profissionais nessa área e isso contribuiu para que a profissão de repórter ficasse mais conhecida.

Já no Brasil, um dos primeiros meios de comunicação com caráter noticioso foram os jornais que começaram a se desenvolver somente no final do século XIX. Dentre os principais jornais da época pode-se citar o Estado de São Paulo e também o Jornal do Brasil.

Uma curiosidade sobre um pouco da história do dia do repórter é que os jornais e profissionais da época tinha uma forte tendência de produzir conteúdos opinativos e não apenas relatar o que houve, como é o que ocorre na maioria dos meios de comunicação da imprensa atuais.

Desenvolvimento e desafios

Outro marco do dia do repórter foi a mudança ocorrida na forma de desenvolver o conteúdo que deixou de ser com tendências opinativas e passou a ter mais a características de relatar o que ocorreu. Essa mudança fez com que houvesse uma grande demanda por profissões bastante qualificados que passaram a assumir a responsabilidade de conduzir grandes reportagens.

Foi nesse momento da história da profissão que foi possível notar alguns traços características de todo repórter que é a capacidade de realizar uma investigação de informações aprofundadas, de pesquisar bastante sobre o assunto, de se contextualizar e sempre buscar apresentar um conteúdo com uma abordagem construtivista.

Muitos pesquisadores e especialistas que estudam a história da profissão repórter acreditam que Euclides da Cunha foi o primeiro repórter do Brasil, pois teve uma participação muito importante durante a Guerra de Canudos visto que foi o responsável por realizar a cobertura dos acontecimentos desse grande evento na história.

Na época, Euclides trabalhava para o Estado de São Paulo. Além de ter sido responsável por grandes produções de conteúdos jornalísticos, também se dedicou como autor e escreveu um livro bastante cultural que é “Os Sertões”.

Sem dúvida, o dia do repórter ajuda a manter a todos os grandes profissionais da área na memória do povo e também como forma de incentivar as novas gerações a buscarem conhecer mais sobre a profissão e quem sabe se tornar grandes profissionais.

Comentários