O que é quarentena?

Descubra o conceito de quarentena, de ondem surgiu essa expressão, como funciona uma quarentena e as principais curiosidades sobre o assunto

O que é quarentena?

Uma das palavras mais comuns na atualidade é quarentena. Mas o que isso significa na prática? Nesse guia vamos abordar o conceito de quarentena, falar sobre como funciona na prática e muito mais.

Conceito de quarentena

A quarentena é uma modalidade de reclusão, em que um grupo da população é impedida de se contactar fisicamente com outros membros da sociedade. Essa reclusão visa, na maioria das vez, impedir a transmissão de uma doença que já foi detectada.

Dessa forma, a quarentena nada mais é do que um procedimento preventivo, que permite isolar os casos possíveis de uma doença, impedindo que ela se manifeste em outras pessoas.

Durante a história, a quarentena foi usada várias vezes, especialmente na modernidade, para o controle de doenças que provocaram um grande número de mortes. Não existem dados sobre a origem exata da quarentena como prática social.

Atualmente a quarentena está sendo usada para conter a disseminação do COVID 19, uma das doenças mais relevantes dos últimos tempos. Tendo atingido a marca de pandemia, a doença mantou milhares de pessoas.

De onde surgiu

Apesar da popularidade do termo, pouco se sabe sobre as suas origens exatas. Tudo remonta à peste bubônica, responsável pela morte de mais de um terço da população da Europa, uma grande catástrofe.

Em Veneza, como medida para evitar a entrada da doença pelo mar, submeteu os passageiros de embarcações a um isolamento de 40 dias. Tempo que seria suficiente para verificar se a doença se manifestou.

Sobre o número de dias, a dúvida é ainda maior. Existem aqueles que apontam para os quarenta dias da quaresma, de jejum realizado pelos católicos. Outros apontam para os 40 dias que Jesus passou no deserto. Nada verificado, no entanto.

Como a quarentena funciona

De acordo com o Ministério da Saúde, a quarentena é definida como sendo o isolamento de pessoas ou de animais sadios, durante o período de incubação de uma doença. Assim, as pessoas ficam isoladas por um período de segurança.

Se uma pessoa manifestar a doença durante a quarentena, ela é tratada. Se ela não manifestar, ela é liberada, tendo em vista que o vírus ou bactéria já deveria ter se manifestado, o que indica que a pessoa não está infectada.

O tempo de uma quarentena, no entanto, varia muito, podendo ser de apenas alguns dias até semanas. Tudo vai depender da doença que está sendo controlada e do seu tempo de incubação.

Por isso é incorreto o pensamento popular de que uma quarentena dura quarenta dias. Para doenças com período de incubação maior, a duração pode ser maior. Para doenças com período de incubação menor, o período pode ser menor.

Exemplo de quarentena

Para entender melhor como funciona a quarentena, vale a pena analisar um exemplo recente. O SARS-CoV-2, popularmente conhecido como COVID 19, surgiu primeiro na China, mais precisamente na cidade de Wuhan.

Nos primeiros meses da doença, o governo brasileiro ofereceu apoio para a remoção de muitos moradores nacionais do Brasil que estavam na China, para reduzir o risco de que eles se contagiassem.

Porém, como não era possível determinar se alguma dessas pessoas estavam doentes, elas foram submetidas a uma quarentena. O período de duração foi de 15 dias a partir da chegada no território nacional.

Na quarentena, essas pessoas ficaram isoladas em suítes, com acesso a internet, telefone, frigobar, ventilador e ar condicionado. Foram oferecidas seis refeições diárias, além de atividades de lazer, como filmes, livros e videogame.

Para tornar a experiência ainda melhor, as pessoas submetidas a essa quarentena tiveram apoio psicológico. Existem muitos estudos que mostram que o isolamento pode gerar transtornos mentais.

Quarentena e distanciamento social

Existem diferenças significativas entre quarentena e isolamento. As duas medidas, no entanto, possuem a mesma finalidade, que é contribuir para evitar a multiplicação de uma doença.

A quarentena implica em separar um grupo de pessoas do resto da população. Assim, essas pessoas ficam isoladas, sem contato algum com outros indivíduos. Elas podem estar todas em uma mesma sala ou em espaços separados.

Já o distanciamento social é uma medida que envolve a redução do contato entre as pessoas. Por exemplo, quando as pessoas escolhem permanecer em casa, saindo apenas para comprar itens básicos.

A quarentena funciona?

Existem muitas teses em defesa e contra a quarentena. Alguns acreditam que essa prática é não apenas eficiente, como também necessária para que doenças sejam evitadas. Alguns acreditam que a quarentena pode impedir uma pandemia ou epidemia.

No entanto, outros acusam a quarentena de limitar direitos e garantias individuais, como o direito de ir e vir. Dessa forma, seria uma limitação de um direito que é ilimitado e universal.

Além disso, a quarentena pode colocar em risco a saúde das pessoas, uma vez abala o psicológico. Muitas pessoas apresentam aumento dos níveis de ansiedade e estresse ao serem separadas da população. Apesar disso, a quarentena é aplicada, como medida com eficiência prática para a identificação e contenção de doenças, especialmente aquelas causadas por vírus e bactérias.

Comentários