Fisiologia

Saiba mais sobre uma área que foi fundamental para a identificação de processos importantes dos organismos dos seres vivos!

fisiologia-sistema-corpo

De teorias antigas a técnicas de laboratório molecular, o estudo da fisiologia foi responsável por moldar a compreensão do homem quanto aos componentes dos organismos vivos, como eles se comunicam e como eles são capazes de manter os seres humanos, animais e todos os outros seres com vida.

Trata-se uma área de estudo científica com base experimental que é de importância central na medicina e ciências da saúde relacionadas. Ela é responsável por fornecer uma compreensão completa da função normal do corpo, permitindo um tratamento mais eficaz de estados anormais ou de doença.

Logo, em fisiologia é estudado como os animais e os demais seres vivos funcionam, ou seja, como eles se movem, digerem, excretam, reproduzem, circulam seu sangue, respiram e sobrevivem em ambientes diferentes. Além disso, essa área ainda analisa como seus sistemas nervosos detectam variações, interpretam esses resultados e aprendem com eles.

O que é?

O estudo da fisiologia é, em certo sentido, o estudo da vida. A área faz algumas perguntas sobre o funcionamento interno dos organismos e como eles interagem com o mundo em torno deles.

Por meio de testes em órgãos e sistemas, por exemplo, é possível identificar por meio das ferramentas conhecidas atualmente que foram criadas nessa área como esses membros importantes do organismo se comunicam entre si e como eles combinam seus esforços para tornar as condições favoráveis ​​para a sobrevivência.

Os pesquisadores do campo podem se concentrar em uma grande diversidade de ramificações que essa área de estudo possui que vai desde a análise de organelas microscópicas na fisiologia celular até tópicos mais pesados, como a ecofisiologia, que olha para organismos inteiros e como eles se adaptam a ambientes.

História

Como se trata de uma disciplina médica, os primeiros indícios do desenvolvimento dessa área de estudo remetem ao tempo de Hipócrates por volta do ano 420 a.C. Devido a suas grandes contribuições e por ter sido um dos primeiros estudiosos da área recebeu o apelido carinho de “pai da medicina”.

Hipócrates cunhou a teoria dos quatro humores, afirmando que o corpo contém quatro fluidos corporais distintos que segundo ele era na época: bile negra, fleuma, sangue e bile amarela. Foi com base nessa premissa que desenvolveu toda a sua teoria que, inclusive, afirmava que qualquer perturbação em um desses itens provocava problemas de saúde.

Outro importante estudioso da área foi Cláudio Galeno. Mais conhecido como apenas Galeno, modificou a teoria de Hipócrates e foi o primeiro a usar a experimentação para obter informações sobre os sistemas do corpo. Por realizar diversas alterações e apresentar muitas novidades para a área foi referido como o fundador da fisiologia experimental.

Surpreendentemente, muita prática médica foi baseada nos quatro humores até por volta de 1800. Contudo, com o desenvolvimento de novas ferramentas para apurar mais detalhadamente o corpo dos seres humanos ocorreu uma mudança de pensamento quando a teoria celular de Matthias Schleiden e Theodor Schwann foi finalizada. Na época afirmaram que o corpo era composto de células individuais minuciosas.

Principais sistemas

Os principais sistemas abordados no estudo da fisiologia humana são os seguintes:

  • Sistema digestivo ou excretor: essa parte estuda os movimentos dos sólidos da boca para o ânus e inclui a análise do baço, fígado e pâncreas, além da conversão dos alimentos em energia e sua consequente expulsão do corpo.
  • Sistema imunológico: defesa natural do corpo é composto de glóbulos brancos, o timo e sistemas linfáticos. Um conjunto complexo de receptores e moléculas que se combinam para proteger o hospedeiro contra-ataques de patógenos.
  • Sistema de nervos: é composto pelo cérebro e medula espinhal e também pelo sistema nervoso periférico. Tem como principal objetivo estudar a forma como é transmitido as informações dos sentidos, da memória, emoção, do movimento e do pensamento.
  • Sistema circulatório: outro importante sistema desse campo é o circulatório. Essa área de estudo tem a responsabilidade de analisar o coração, os vasos sanguíneos, as propriedades do sangue e entender com ocorre os processos de circulação sanguínea.

Além disso, é preciso destacar que os sistemas de fisiologia se centram na modelagem computacional e matemática de sistemas biológicos complexos. Com base nisso, se tenta descrever a forma como células individuais ou componentes de ser vivo convergem para responder como um todo.

Desenvolvimento

Entretanto, isso só foi possível com ajuda da análise evolutiva. Estudar a forma como os sistemas, ou partes dos sistemas, se adaptaram e mudaram ao longo de várias gerações é e foi uma medida essencial para o desenvolvimento dessa área.

Os tópicos de pesquisa conhecidos atualmente só conseguiram abranger uma grande quantidade de conceitos graças ao papel do comportamento na evolução e ao acompanhamento que foi realizado que trataram de tópicos como, por exemplo, seleção sexual e também das mudanças fisiológicas em relação à variação geográfica.

Apesar de ser uma área que evolui muito ao longo do tempo, é importante destacar que a tecnologia foi uma ferramenta fundamental para viabilizar esse processo da construção do conhecimento sobre a fisiologia.

Comentários