Vitaminas

Vitaminas

As vitaminas são compostos orgânicos e são essenciais para o funcionamento correto do nosso organismo. Elas não possuem a capacidade de se reproduzir, portanto precisamos ingerir alimentos que contenham as vitaminas que são necessárias para nosso corpo.

As vitaminas auxiliam na proteção contra diversas doenças, na composição de tecidos, o crescimento celular, entre diversas outras funções. Até alguns anos atrás, só conseguíamos suprir a quantidade de vitamina necessária para o nosso organismo através da ingestão de frutas, verduras e vegetais.

Mas na década de 1930, iniciou-se a comercialização de suplementos de vitamina C e D. E a partir da década de 1950, surgiram os suplementos multivitamínicos sintéticos, que são amplamente comercializados até os dias de hoje.

Antes mesmo da descoberta das vitaminas, já havia a conscientização de que certos alimentos ajudavam a melhorar nossa saúde. E isso acontecia desde a época do Egito antigo, onde acreditava-se que o fígado auxiliava no tratamento da cegueira noturna.

Foi a partir do final do século XIX que aconteceram as primeiras descobertas sobre as vantagens das vitaminas no nosso organismo. Mas somente em 1910 que o cientista Umetaro Suzuki conseguiu isolar um complexo vitamínico pela primeira vez.

Classificação das vitaminas

As vitaminas podem ser divididas em: vitaminas lipossolúveis e vitaminas hidrossolúveis.

As vitaminas lipossolúveis são as vitaminas que, quando estão presentes no organismo precisam de um meio lipídico, ou uma lipoproteína, para carregar ou transportar estas vitaminas.

Um exemplo de vitamina lipossolúvel é a vitamina A, que também é conhecida como Retinol. A vitamina A tem grande importância no nosso organismo, pois auxiliam no bom desempenho da nossa visão.

Por este motivo, se seu organismo estiver com deficiência de vitamina A, sua visão ficará comprometida e essa condição é conhecida como cegueira noturna.

Por outro lado, também precisamos ficar atentos ao excesso de vitaminas no nosso organismo, porque isso também pode trazer malefícios para o nosso corpo. No caso da vitamina A em excesso, ela pode causar o ressecamento e descamação da pele.

O segundo tipo de vitamina, as hidrossolúveis, são solúveis em água e são rapidamente eliminadas do corpo através da urina. Ao contrário das vitaminas lipossolúveis, elas não ficam armazenadas por muito tempo no nosso organismo, portanto devemos consumi-las com mais frequência.

Alimentos

Tipos de vitaminas

Dentro do grupo das vitaminas lipossolúveis e hidrossolúveis, existe uma classificação de 13 grupos de vitaminas. E cada um desses grupos possui funções específicas dentro do nosso organismo.

São classificadas da seguinte maneira: Vitaminas lipossolúveis – Vitamina A, vitamina D, vitamina K e vitamina E; Vitaminas hidrossolúveis – Vitaminas do complexo B e vitamina C.

  • Vitamina A:

A vitamina A, além da participação na visão, também auxilia na defesa imunológica, possui função antioxidante, ou seja, é capaz de eliminar radicais livres, participa na constituição da pele, cabelo e unhas e participam do desenvolvimento embrionário.

Podem ser encontradas em alimentos como o fígado; vegetais de cores fortes, como, por exemplo, o brócolis; óleos vegetais; leite integral, batatas, cereais; e algumas frutas.

Além do ressecamento da pele, o excesso de vitamina A ainda pode causar danos hepáticos, dores abdominais e nas articulações, dores de cabeças, entre outras coisas. Isso ocorre porque, em excesso, a vitamina A é tóxica para o nosso organismo.

  • Vitamina D:

A vitamina D é a única que o nosso organismo consegue produzir. Mas isso acontece apenas com o auxilio da luz solar. Ela é essencial no metabolismo ósseo, pois esta vitamina interage com hormônios que regulam a quantidade de cálcio do nosso organismo.

É encontrada em alimentos como óleos de fígado de peixe, derivados do leite gema de ovos.

A deficiência de vitamina D no organismo pode levar a uma doença chamada raquitismo, na qual os ossos são afetados. E seu excesso no organismo pode causar náuseas, vômitos, perda de peso e arterosclerose, devido ao deposito de cálcio nos vasos sanguíneos.

  • Vitamina K:

Também conhecida como vitamina anti-hemorrágica, a vitamina K está relacionada ao processo de coagulação sanguínea. Também é importante no crescimento celular e no desenvolvimento do esqueleto.

Pode ser obtido através de alimentos como o abacate, folhas verdes, fígado e outras carnes.

Quando é encontrada em excesso no organismo, pode causar a quebra das moléculas de hemoglobina e causar lesões no fígado, anemia, icteria. Sua deficiência pode causar desordens gastrointestinais, pancreatite crônica e doenças inflamatórias intestinais.

  • Vitamina E

Tem alto poder antioxidante, portanto atua na proteção do organismo contra os efeitos prejudiciais dos radicais livres. Também possui ação anti-inflamatória e estudos recentes mostram que a vitamina E está tornando-se uma ótima aliada no tratamento de doenças como o Mal de Alzheimer e Doença de Parkinson.

É encontrada em alimentos de origem vegetal, azeites, amendoim, sementes de amêndoa e girassol.

A alta ingestão dessa vitamina pode causar alterações nos mecanismos de coagulação, fadiga e náuseas. Sua deficiência pode causar anemia e degeneração neuronal.

  • Vitaminas do Complexo B

O grupo das vitaminas do complexo B é composto pelas vitaminas B1, B2, B3, B5, B6, B7, B9 e B12 e são capazes de converter os alimentos em energia para o nosso organismo.

No geral, atuam na respiração e crescimento celular, metabolismo dos carboidratos, proteínas e gorduras, na produção hormonal, entre outros.

São encontrados em alimentos como a aveia, arroz, cereais integrais, fígado, peixes, feijão, brócolis, abacate, leite, carne vermelha e muitos outros.

A falta de vitamina B no organismo pode causar anemia, fraqueza, insônia, irritabilidade e danos neurológicos.

  • Vitamina C:

Também conhecido como ácido ascórbico, a vitamina C tem como principal função a hidroxilação do colágeno. Também é capaz de aumentar a absorção de ferro, possui poder antioxidante, pode prevenir o escorbuto e aumenta a imunidade do organismo.

É encontrado em frutas cítricas frescas, vegetais frescos, além de suplementos vitamínicos e o excesso de vitamina C no organismo pode causar cálculos renais.

Comentários